TÉCNICA DE CLAREAMENTO DE PÊNIS CAUSA POLÊMICA NA TAILÂNDIA


O clareamento de pele não é uma novidade em muitos países asiáticos, onde tons mais escuros são associados ao trabalho ao ar livre e, portanto, a uma condição econômica mais humilde.
Mas a aplicação dessa técnica ao pênis vem chamando atenção recentemente na Tailândia, com questionamentos sobre se a indústria de beleza do país está indo longe demais.
Quando um hospital publicou na internet sua oferta deste procedimento, o anúncio viralizou, e o ministério da Saúde emitiu um alerta sobre o assunto.
A BBC conversou com um paciente que se submeteu à técnica. O homem de 30 anos contou que a primeira sessão ocorreu há dois meses.
Desde então, ele notou mudanças na cor de seu órgão genital. “Queria sentir-me mais confiante”, disse.
‘Para quê?’
O post original no Facebook sobre o tratamento, que usa lasers para promover uma quebra da melanina na pele, foi compartilhado mais de 19 mil vezes em dois dias.
A publicação traz fotos da sala onde o procedimento é realizado e ilustrações que o detalham.
Os comentários em reação a isso vão desde críticas a curiosidade e piadas com a técnica, com alguns questionando o que leva alguém a fazer isso.
Num dos posts, uma mulher afirma não dar tanta importância assim à cor do pênis e que se preocupa mais “com o tamanho e os movimentos”.
Popol Tansakul, gerente de marketing do hospital Lelux, que oferece o serviço, disse à BBC que sua empresa lançou um clareamento de vagina há quatro meses, “Os pacientes começaram a perguntar sobre o clareamento de pênis, então, passamos a oferecer isso há um mês”, contou ele.
Ainda não se sabe, no entanto, se há homens suficientes na Tailândia que desejam fazer isso. A clínica recebe atualmente de 20 a 30 pacientes por mês em busca de clareamentos de vagina e pênis, com alguns vindo de longe, como Mianmar, Camboja e Hong Kong.
“É popular entre homens gays e travestis, que querem cuidar do visual de todas as partes do corpo”, disse Popol.

BBC

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.