CORPOS DE DOIS PRESOS SÃO RETIRADOS DA PENITENCIÁRIA DE ALCAÇUZ NO RN


Corpos de dois presos foram retirados do Complexo Penal Alcaçuz/Rogério Coutinho Madruga na madrugada desta segunda-feira (26). Segundo a Secretaria de Justiça e da Cidadania (Sejuc), os mortos foram encontrados enforcados com lençóis e pendurados em grades durante uma ronda feita na noite do domingo (25).

Delegado de Nísia Floresta, município onde está localizada a penitenciária, Eloy Xavier disse que os detentos foram assassinados, mas que ainda não tem como apontar quem são os autores nem as circunstâncias do duplo homicídio.

Em nota, a Sejuc disse que Lázaro Luís de França Ferreira, de 34 anos, mais conhecido como “Nego Lázaro”, e Shakespeare Costa de França, de 24, o 'Sheik', estavam com outros 10 detentos na cela 08 da Ala A do Pavilhão 5, como é mais conhecido o Presídio Rogério Coutinho Madruga, anexo de Alcaçuz.

Ainda de acordo com a Sejuc, Lázaro e Shakespeare estavam presos na unidade, respectivamente, desde 2014 e 2017, e respondiam por tráfico de drogas, homicídio, assalto, porte ilegal de armas, entre outros crimes.

Essas foram as primeiras mortes dentro do complexo após o massacre de janeiro de 2017, quando 26 presos foram mortos durante uma briga envolvendo membros de duas facções criminosas.

Atualmente, o complexo possui aproximadamente 2.100 detentos, quase o dobro de quando estourou a rebelião. Deste total, mais de 1.000 estão somente no Pavilhão 5, que possui capacidade para 400 presos.

G1 RN

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Furto na rede elétrica deixa mais de 8,8 mil imóveis sem luz em Areia Branca

Três grupos mostram interesse no Leilão do Porto Ilha

Homem é encontrado morto com sinais de espancamento em Areia Branca