EPIDEMIA DE DENGUE: NATAL REGISTRA MAIS DE MIL CASOS


Natal enfrenta um início de epidemia de dengue, informou nesta quinta-feira (15) a Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Até agora, foram registrados 1.065 casos, contra 818 no mesmo período do ano passado. De acordo com a pasta, as ações de combate já foram intensificadas nas regiões afetadas.

Segundo o município, o clima do início do ano é um dos principais fatores que favorecem esse aumento. “Natal está em início de epidemia. Apresentamos três semanas seguidas de aumento, que fez o número passar do que é esperado todos os anos. Graças a nossa metodologia, conseguimos identificar e agir de maneira oportuna”, frisou a secretária Saudade Azevedo.

Apesar do aumento, levando em consideração os dados da última epidemia, que aconteceu em 2016, a quantidade de casos ainda é 86,3% menor. Apenas as regiões Norte e Oeste da cidade se encontram com índices de epidemia agora.

Além das ações com carros fumacê e agentes, a pasta ressalta importância da conscientização da população. Mais de 80% dos focos são encontrados em residências.

Natal conta com um sistema de monitoramento de dengue - o Vigiadengue, que identifica áreas de maior risco para que a ação de combate seja desenvolvida rapidamente. De acordo com a pasta, a cidade também conta com mais de 400 ovitrampas (espécies de armadilhas) espalhadas a cada 300 metros. Elas são as responsáveis por armazenar os ovos dos vetores, que são utilizados para medir o Índice de Densidade de Ovos (IDO).

G1 RN

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.