EPIDEMIA DE DENGUE: NATAL REGISTRA MAIS DE MIL CASOS


Natal enfrenta um início de epidemia de dengue, informou nesta quinta-feira (15) a Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Até agora, foram registrados 1.065 casos, contra 818 no mesmo período do ano passado. De acordo com a pasta, as ações de combate já foram intensificadas nas regiões afetadas.

Segundo o município, o clima do início do ano é um dos principais fatores que favorecem esse aumento. “Natal está em início de epidemia. Apresentamos três semanas seguidas de aumento, que fez o número passar do que é esperado todos os anos. Graças a nossa metodologia, conseguimos identificar e agir de maneira oportuna”, frisou a secretária Saudade Azevedo.

Apesar do aumento, levando em consideração os dados da última epidemia, que aconteceu em 2016, a quantidade de casos ainda é 86,3% menor. Apenas as regiões Norte e Oeste da cidade se encontram com índices de epidemia agora.

Além das ações com carros fumacê e agentes, a pasta ressalta importância da conscientização da população. Mais de 80% dos focos são encontrados em residências.

Natal conta com um sistema de monitoramento de dengue - o Vigiadengue, que identifica áreas de maior risco para que a ação de combate seja desenvolvida rapidamente. De acordo com a pasta, a cidade também conta com mais de 400 ovitrampas (espécies de armadilhas) espalhadas a cada 300 metros. Elas são as responsáveis por armazenar os ovos dos vetores, que são utilizados para medir o Índice de Densidade de Ovos (IDO).

G1 RN

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Furto na rede elétrica deixa mais de 8,8 mil imóveis sem luz em Areia Branca

Três grupos mostram interesse no Leilão do Porto Ilha

Homem é encontrado morto com sinais de espancamento em Areia Branca