Ricardo Coutinho: “Brasil precisa olhar mais o que está acontecendo no Nordeste”

Ex governador da Paraíba, Ricardo Coutinho e a governadora do RN, Fátima Bezerra

A agência Saiba Mais conversou com Ricardo Coutinho durante o IV Encontro Nacional de Comunicação realizado pelo Instituto Barão de Itararé, em São Paulo. Ele foi um dos convidados a falar sobre a conjuntura política nacional.

[...]

Nesta entrevista, Ricardo Coutinho fala sobre o consórcio Nordeste, o impacto da derrota das oligarquias na Paraíba, lança um olhar sobre os desafios do governo Fátima Bezerra no Rio Grande do Norte e diz porque decidiu não concorrer a um mandato eletivo após oito anos como gestor:

[...]

Você foi o responsável por tirar do poder a oligarquia Cunha Lima na Paraíba. No Rio Grande do Norte, a eleição da Fátima Bezerra em 2018 também encerra um ciclo oligárquico. Qual o impacto disso para esses estados e como você tem visto o que tem acontecido no RN ?

Vejo com uma expectativa muito grande porque nós somos meio que uma capitania, né ? Pernambuco, Paraíba e Rio Grande do Norte, o chamado Nordeste setentrional. Para você ter uma ideia, em 2010, o Produto Interno Bruto do Rio Grande do Norte era 11% acima do da Paraíba. Hoje o PIB da Paraíba está acima do RN 4 a 5%, ou seja, e o PIB não é um indicador tão fácil de ser modificado. Então isso quer dizer que coisas diferentes aconteceram nesses dois estados. E eu sinto que a governadora Fátima tem uma compreensão da missão dela. Eu estive em dezembro em Natal para participar de um evento na FIERN, debatendo com empresários e com a própria governadora eleita Fátima, e teve uma coisa que eu disse ela e era mais ou menos o seguinte: “Não queira agradar todo mundo. Agradar todo mundo é uma farsa porque a sociedade tem interesses diferentes. Mas seja fiel à sua caminhada. Construa mesmo tendo que pegar dois anos de desgaste, mas construa o caminho para que o Estado fique equilibrado e volte a investir, principalmente nas relações que atingem diretamente a população mais sofrida, mais pobre”. E tenho certeza que a história de Fátima corresponde a isso. Sei que está havendo diálogos importantes, sei que o governo saiu da paralisia e eu espero que, para o bem do Brasil e do Nordeste, o Rio Grande do Norte recupere os seus melhores momentos.

Governadores do Nordeste

Leia a entrevista completa no portal da agência Saiba Mais: https://bit.ly/2kyPMeq

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.