Pardos e negros somam 90% dos assassinados no RN; brancos, 8%


Dos 1.206 assassinatos ocorridos no Rio Grande do Norte em 2019, 1085 – ou seja, 90% – foram cometidos contra pessoas da cor parda ou negra. Ao todo, apenas 96 pessoas da cor branca (8%) foram registradas. Outras 25 vítima (2%) não tiveram suas etnias identificadas pela perícia.

Os dados foram divulgados na segunda-feira, 4, pelo Observatório da Violência (Obvio) – entidade não governamental que monitora, contabiliza e analisa as mortes violentas intencionais no estado.

Os números são referentes ao período de 1º de janeiro a 31º de outubro. E representam uma redução de 29,3%, em comparação ao mesmo período no ano de 2018.

MEIOS EMPREGADOS

Nas 1.206 mortes violentas registradas este ano no estado, os meios mais empregados foram:

Arma de fogo: 1.050 casos (87,1%)
Arma branca: 70 casos (5,8%)
Ação contundente (pauladas): 28 casos (2,3%)
Asfixia mecânica: 19 casos (1,6%)
Outros meios: 15 casos (1,2%) 
O Obvio também atualizou a relação dos 20 municípios considerados mais violentos do RN. No ‘Top da Violência’, Natal, Mossoró e São Gonçalo do Amarante lideram o ranking das cidades mais violentas deste ano. Abaixo, confira o ranking dos 20 municípios mais violentos do RN:

Natal: 246
Mossoró: 178
São Gonçalo do Amarante: 90
Macaíba: 71
Parnamirim: 66
Ceará-Mirim: 34
Canguaretama: 27
Extremoz: 24
São José de Mipibu: 22
Touros: 19
Caicó: 18
Santa Cruz: 17
Assu: 17
João Câmara: 16
Nísia Floresta: 13
Monte Alegre: 10
Vera Cruz: 9
Carnaubais: 9
Areia Branca: 9
São José do Campestre: 8
Outros: 303
Total: 1.206

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.