Pardos e negros somam 90% dos assassinados no RN; brancos, 8%


Dos 1.206 assassinatos ocorridos no Rio Grande do Norte em 2019, 1085 – ou seja, 90% – foram cometidos contra pessoas da cor parda ou negra. Ao todo, apenas 96 pessoas da cor branca (8%) foram registradas. Outras 25 vítima (2%) não tiveram suas etnias identificadas pela perícia.

Os dados foram divulgados na segunda-feira, 4, pelo Observatório da Violência (Obvio) – entidade não governamental que monitora, contabiliza e analisa as mortes violentas intencionais no estado.

Os números são referentes ao período de 1º de janeiro a 31º de outubro. E representam uma redução de 29,3%, em comparação ao mesmo período no ano de 2018.

MEIOS EMPREGADOS

Nas 1.206 mortes violentas registradas este ano no estado, os meios mais empregados foram:

Arma de fogo: 1.050 casos (87,1%)
Arma branca: 70 casos (5,8%)
Ação contundente (pauladas): 28 casos (2,3%)
Asfixia mecânica: 19 casos (1,6%)
Outros meios: 15 casos (1,2%) 
O Obvio também atualizou a relação dos 20 municípios considerados mais violentos do RN. No ‘Top da Violência’, Natal, Mossoró e São Gonçalo do Amarante lideram o ranking das cidades mais violentas deste ano. Abaixo, confira o ranking dos 20 municípios mais violentos do RN:

Natal: 246
Mossoró: 178
São Gonçalo do Amarante: 90
Macaíba: 71
Parnamirim: 66
Ceará-Mirim: 34
Canguaretama: 27
Extremoz: 24
São José de Mipibu: 22
Touros: 19
Caicó: 18
Santa Cruz: 17
Assu: 17
João Câmara: 16
Nísia Floresta: 13
Monte Alegre: 10
Vera Cruz: 9
Carnaubais: 9
Areia Branca: 9
São José do Campestre: 8
Outros: 303
Total: 1.206

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Furto na rede elétrica deixa mais de 8,8 mil imóveis sem luz em Areia Branca

Três grupos mostram interesse no Leilão do Porto Ilha

Homem é encontrado morto com sinais de espancamento em Areia Branca