China autoriza importação de melão brasileiro após visita ao RN, diz Ministério da Agricultura

Melão produzido no RN é produto potiguar líder de exportação (Foto de Arquivo) — Foto: Anderson Barbosa/G1

A Administração Geral de Aduana da China (GACC) - órgão responsável pela sanidade vegetal e animal -publicou comunicado nesta quinta-feira (22) que autoriza a importação de melão do Brasil, segundo informou o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Em novembro, o Brasil fechou acordo com a China para viabilizar a exportação de melão. O acordo é simbólico por se tratar do primeiro entendimento sobre frutas com o país asiático. Na ocasião, a Associação Brasileiras de Frutas (Abrafrutas) afirmou que o Rio Grande do Norte seria o estado mais beneficiado pela medida e estimou que o novo mercado possibilitaria a criação de 10 mil empregos localmente.

Segundo o Mapa, a China ainda irá publicar a lista de fazendas e estruturas de embalo para exportação certificadas para a venda ao mercado do país. Técnicos chineses inspecionaram fazendas produtoras de melão no Rio Grande do Norte e no Ceará, entre os dias 12 e 17 deste mês. O estado potiguar já é o maior exportador do país.
O objetivo da visita foi verificar as plantações nas áreas livres da mosca-da-fruta nos estados. Os técnicos foram acompanhados de representantes do Mapa e do Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do Rio Grande do Norte (Idiarn).

A China é o maior mercado consumidor de melões no mundo - consome cerca de metade da produção mundial, o equivalente a 17 milhões de toneladas em 2017. A expectativa é de que, se o Brasil conquistar 1% do mercado chinês, o atual volume de exportações da fruta vai dobrar.
Em 2018, o Brasil exportou cerca de 200 mil toneladas de melão para diversos países, como Estados Unidos, Chile, Argentina, Uruguai, Rússia e União Europeia. A safra brasileira coincide com a entressafra na China.

RN é maior exportador de melões do país

Em 2019, o Rio Grande do Norte registrou aumento de 41% nas exportações, puxado principalmente pelo melão, que representa cerca de 30% de toda a exportação do estado. Somente no ano passado, a venda potiguar da fruta fresca para países do exterior cresceu 65% e chegou a US$ 116,95 milhões. Segundo maior exportador do país, o Ceará exportou US$ 41,47 milhões.

Com conteúdo G1RN

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Furto na rede elétrica deixa mais de 8,8 mil imóveis sem luz em Areia Branca

Três grupos mostram interesse no Leilão do Porto Ilha

Homem é encontrado morto com sinais de espancamento em Areia Branca