Comissão aprova 13º salário para BPC e Bolsa Família


A Comissão Mista do 13º Salário do Bolsa Família no Congresso aprovou nesta 3ª feira (3.mar.2020) relatório que cria o benefício e o estende a quem recebe o BPC (Benefício de Prestação Continuada). O texto define que o pagamento será anual, em dezembro, no mesmo valor do benefício pago no mês.
As mudanças foram propostas pelo relator, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), o líder da oposição ao governo no Senado. O documento acrescenta emendas à Medida Provisória nº 898. Ela previa o pagamento do 13º só em 2019, uma promessa de campanha do presidente Jair Bolsonaro, nas eleições de 2018.

O impacto nas contas públicas com a aprovação deve ser de R$ 7,38 bilhões, sendo R$ 2,58 bilhões do Bolsa Família e R$ 4,8 bilhões do BPC.

A aprovação pela comissão mista marca uma derrota para o governo Bolsonaro, que esperava que a MP caducasse. Agora, a proposta segue para o plenário da Câmara dos Deputados e, depois, vai ao Senado. Perderá a validade se não for votada até 24 de março.
O Bolsa Família realiza a transferência direta de renda do governo federal para a população em situações de pobreza (renda per capita de R$ 89,01 a R$ 178) e de extrema pobreza e que tenham grávidas, mães ou jovens de até 17 anos (renda per capita de até R$ 89). São atendidas atualmente 13,9 milhões de famílias.
O BPC, por sua vez, é o benefício de 1 salário mínimo para pessoas com deficiência ou idosos acima de 65 anos com renda familiar de até 25% desse valor.

Com conteúdo Poder 360

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Furto na rede elétrica deixa mais de 8,8 mil imóveis sem luz em Areia Branca

Três grupos mostram interesse no Leilão do Porto Ilha

Homem é encontrado morto com sinais de espancamento em Areia Branca