Dupla acusada de tentativa de homicídio em Areia Branca vai a juri popular em Mossoró


Começa nesta terça feira 3 de março a primeira pauta de julgamentos do Tribunal do Juri Popular de Mossoró no ano de 2020. Dois acusados de homicídio estarão sentados no banco dos réus.

O primeiro processo a ser julgado foi desaforado da comarca de Areia Branca para Mossoró. Matheus Ramalho Moura de Oliveira e Lucas Santiago Brito, serão julgados pela sociedade mossoroense, acusados de tentarem matar a tiros, a pessoa de Francinaldo Bernardo da Silva, vulgo “ Naldo Coró”, crime ocorrido no dia 21 de fevereiro de 2014 no Bairro Ipê em Areia Branca.

A vítima foi alvejada com vários disparos de arma de fogo, levada as pressas ao hospital e sobreviveu ao atentado, sendo assassinada em outras circunstâncias, em 2016.

Matheus Ramalho e Lucas Santiago serão defendidos pelos advogados, Marlus Cesar Rocha Xavier e Emmanoel Nogueira do Vale. Na acusação, representando o Ministério Público Estadual, atuará o promotor de justiça Ítalo Moreira Martins.

Na presidência do Tribunal do Juri Popular, comandando os trabalhos, o juiz Vagnos Kelly de Figueiredo. Representando a sociedade mossoroense, estarão sete membros, compondo o corpo de jurados. O Julgamento está previsto para ser iniciado as 08h30min desta terça feira (3) no Forum Silveira Martins, no Bairro Costa e Silva

Morte da criança Antony Caleb

Na quarta feira dia 4, estarão sentados no banco dos réus, os irmãos Geovani de Melo Nogueira e Jefferson de Melo Nogueira, acusados do assassinato da criança Antony Caleb Bezerra da Silva, de 1 ano e 6 meses crime ocorrido no dia 4 de novembro de 2018 no Bairro Malvinas em Mossoró.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Furto na rede elétrica deixa mais de 8,8 mil imóveis sem luz em Areia Branca

Três grupos mostram interesse no Leilão do Porto Ilha

Homem é encontrado morto com sinais de espancamento em Areia Branca