Irmãos acusados de matar Anthony Calleb em Mossoró são condenados a 51 anos de prisão

Julgamento aconteceu em Mossoró — Foto: Iara Nóbrega/Inter TV Costa Branca

Os irmãos Geovani de Melo Nogueira e Jefferson de Melo Nogueira foram condenados nesta quarta-feira (4), em júri popular, a 51 anos de reclusão pela morte do bebê Anthony Calleb Bezerra da Silva, de 1 ano e meio. O crime aconteceu em novembro de 2018 em Mossoró, na região Oeste potiguar, e os pais do menino também foram baleados, mas sobreviveram.

Geovani e Jefferson foram condenados pelo homicídio duplamente qualificado da criança, pela tentativa de homicídio do pai e da mãe de Anthony Calleb, por corrupção de menor, por porte ilegal de arma e por tráfico de drogas. Ao todo, foram seis condenações.

Durante as investigações da Polícia Civil, os irmãos confessaram o crime e disseram que o alvo era o pai do menino, por conta de uma guerra de facções criminosas.
O crime aconteceu no dia 4 de novembro de 2018. Anthony Calleb estava com o pai e a mãe em uma motocicleta quando eles foram atacados por homens armados. A criança morreu com um tiro na cabeça. Os pais também foram baleados e a mãe chegou a ficar internada em estado grave no Hospital Regional Tarcísio Maia. O crime aconteceu por volta das 20h30, no bairro Malvinas, em frente a uma praça.

Os dois irmãos foram presos na tarde do dia seguinte ao crime pela Polícia Rodoviária Federal. Eles viajavam em direção a Natal em um carro de lotação, quando foram presos na cidade de Lajes, na região Central do estado. Eles estavam com a arma que possivelmente foi a usada no crime, munições e maconha.

Com conteúdo G1RN

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Furto na rede elétrica deixa mais de 8,8 mil imóveis sem luz em Areia Branca

Três grupos mostram interesse no Leilão do Porto Ilha

Homem é encontrado morto com sinais de espancamento em Areia Branca