Covid-19: interferon acelera a recuperação dos pacientes, comprova estudo


Remédio diminui a infecção e reduz o tempo em que o vírus pode ser detectado no trato respiratório

Por Da Redação

18 maio 2020, 16h30 - Publicado em 18 maio 2020, 16h26


Um estudo divulgado pela publicação científica Frontiers in Immunology  afirma que o tratamento com interferon, pode melhorar significantemente a eliminação do novo coronavírus do organismo e reduzir os níveis de proteínas inflamatórias em pacientes infectados com a Covid-19.

Os pesquisadores realizaram um estudo exploratório em 77 pacientes adultos internados em Wuhan, o berço da doença, na China, e descobriram que o tratamento com o interferon reduziu a duração do vírus detectável no trato respiratório superior e os níveis de Interleucina-6 e proteína C-reativa no sangue, duas proteínas inflamatórias.

Os resultados mostram ainda que há potencial para o desenvolvimento de uma intervenção antiviral eficaz para a doença. “Esses achados sugerem que o interferon deve ser mais investigado como forma de tratamento para pacientes com a Covid-19”, argumenta o documento. Até hoje, não há nenhuma terapia antiviral aprovada para combater o vírus.

“Isso reforça a importância de realizar um tratamento com o interferon para a eliminação do vírus, porque isso substituirá os efeitos inibitórios da doença”, explica Eleonor Fish, médica do Instituto de Pesquisa do Hospital Geral de Toronto e do Departamento de Imunologia da Universidade de Toronto e uma das coautoras do estudo, à agência Eurekalert.


Com conteúdo Veja

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.