Governo do RN realiza barreira sanitária em Mossoró


O Governo do RN, através da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) em parceria com a Prefeitura de Mossoró, Polícia Militar, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Cruz Vermelha realizou neste sábado,16, barreira sanitária em Mossoró.

A ação é uma união de esforços do Governo com o município que servirá de modelo para formalização de um Termo de Cooperação, a ser celebrado entre Estados, Municípios, Órgãos Federais, Poderes e instituições privadas, de acordo com as especificidades dos territórios. A barreira instalada no posto base da PRF teve caráter informativo e de orientação na abordagem aos veículos que se destinavam a Mossoró.
A gerente da 2ª regional de Saúde do Estado em Mossoró, Emiliana Cavalcanti, resumiu que a ação abordou 123 veículos e 238 pessoas. Além das informações sobre as normas protetivas no combate à Covid19, os técnicos entregaram máscaras de tecido às pessoas que não tinham e coletaram informações sobre a motivação do deslocamento.

"Fizemos a orientação sobre as medidas para evitar a disseminação e contágio do novo coronavírus e levantamos informações importantes sobre o que as pessoas estão vindo fazer no RN. Não tomamos medidas restritivas. É de grande valor monitorarmos o fluxo de pessoas e suas necessidades para que possamos melhor definir novas medidas e tomadas de decisões no enfrentamento à pandemia", afirmou Emiliana Cavalcanti. Ela explicou que a barreira sanitária é também uma ação em apoio aos municípios, principalmente Mossoró, por possuir o maior número de ocorrências de contágio e mortes no RN.

Para a ação deste sábado o Governo do RN forneceu as máscaras de tecido que foram entregues às pessoas nos veículos abordados e os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) utilizados pelos técnicos e policiais como máscaras N-50, avental, álcool e protetores faciais.

Nesta segunda-feira, 18, uma reunião, na sede da 2ª Regional de Saúde, em Mossoró, com representantes da Prefeitura de Mossoró, da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Cruz Vermelha, vai analisar a necessidade de novas barreiras sanitárias.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.