Governo do RN realiza barreira sanitária em Mossoró


O Governo do RN, através da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) em parceria com a Prefeitura de Mossoró, Polícia Militar, Defesa Civil, Corpo de Bombeiros, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Cruz Vermelha realizou neste sábado,16, barreira sanitária em Mossoró.

A ação é uma união de esforços do Governo com o município que servirá de modelo para formalização de um Termo de Cooperação, a ser celebrado entre Estados, Municípios, Órgãos Federais, Poderes e instituições privadas, de acordo com as especificidades dos territórios. A barreira instalada no posto base da PRF teve caráter informativo e de orientação na abordagem aos veículos que se destinavam a Mossoró.
A gerente da 2ª regional de Saúde do Estado em Mossoró, Emiliana Cavalcanti, resumiu que a ação abordou 123 veículos e 238 pessoas. Além das informações sobre as normas protetivas no combate à Covid19, os técnicos entregaram máscaras de tecido às pessoas que não tinham e coletaram informações sobre a motivação do deslocamento.

"Fizemos a orientação sobre as medidas para evitar a disseminação e contágio do novo coronavírus e levantamos informações importantes sobre o que as pessoas estão vindo fazer no RN. Não tomamos medidas restritivas. É de grande valor monitorarmos o fluxo de pessoas e suas necessidades para que possamos melhor definir novas medidas e tomadas de decisões no enfrentamento à pandemia", afirmou Emiliana Cavalcanti. Ela explicou que a barreira sanitária é também uma ação em apoio aos municípios, principalmente Mossoró, por possuir o maior número de ocorrências de contágio e mortes no RN.

Para a ação deste sábado o Governo do RN forneceu as máscaras de tecido que foram entregues às pessoas nos veículos abordados e os Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) utilizados pelos técnicos e policiais como máscaras N-50, avental, álcool e protetores faciais.

Nesta segunda-feira, 18, uma reunião, na sede da 2ª Regional de Saúde, em Mossoró, com representantes da Prefeitura de Mossoró, da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Cruz Vermelha, vai analisar a necessidade de novas barreiras sanitárias.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Furto na rede elétrica deixa mais de 8,8 mil imóveis sem luz em Areia Branca

Três grupos mostram interesse no Leilão do Porto Ilha

Homem é encontrado morto com sinais de espancamento em Areia Branca