Acorde cedo! Domingo vai ser possível ver 5 planetas com os próprios olhos

Mercúrio não costuma ser visível a partir da TerraImagem: Getty Images


Acerte o despertador e acorde bem cedo neste domingo (19) se você quiser ver a olho nu cinco planetas do Sistema Solar e a Lua. A posição de Mercúrio, Vênus, Marte, Júpiter e Saturno vai tornar possível a visualização sem o uso de um telescópio, mas você vai precisar de muita disciplina e de uma ajudinha do clima para conseguir vê-los.
Mercúrio, o planeta mais próximo do Sol, não costuma ser visto com facilidade da Terra.

"Essa observação é um desafio", adverte o professor-adjunto do Observatório do Valongo (UFRJ) e blogueiro de Tilt Thiago Gonçalves. Segundo ele, quem mora no Sudeste do Brasil vai ter uma janela de mais ou menos meia hora —entre 5h30 e 6h da manhã— para conseguir visualizar os planetas.

"Isso vale para o Rio e para São Paulo. Será um pouco diferente no Rio Grande do Sul ou no Nordeste", diz. Neste sábado (18), antes do nascer do Sol já dará para observar os planetas, mas o auge do fenômeno será no domingo.

Fique ligado nos horários:

Mercúrio vai "nascer" um pouco antes do Sol, por volta das 5h10 da manhã;

O Sol nasce por volta das 6h30 no Sudeste do Brasil (5h30, no Nordeste, e 7h, no Sul);

Se o céu da sua cidade estiver limpo, você não terá dificuldades para ver Marte e Vênus.

"Para ver Mercúrio, tem que acordar de manhã cedinho logo antes do nascer do Sol, porque quando ele sair, obviamente não vai dar para ver mais nada", diz.

Justamente nessa hora os planetas gigantes Júpiter e Saturno estarão se pondo, na direção oposta a Mercúrio no céu. Então você teria que olhar na direção contrária, a oeste, na direção de onde o Sol se põe, e eles vão estar baixinhos no horizonte.

Segundo Gonçalves, só vai poder ver os planetas quem estiver em um local privilegiado com uma visão muito clara do céu. "Porque eles vão estar em dois lados opostos do céu, um na direção do nascer do Sol e os outros na direção do pôr do Sol, e os dois bem baixinhos no horizonte", diz.


Com conteúdo UOL

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.