“Queiroz era o diretor financeiro de uma holding familiar dos Bolsonaro”



Major Olímpio comparou seus colegas de PSL a “cadelas no cio”, que tentam se acasalar com Jair Bolsonaro.

Ele disse para a Época:

“Eu desisti de futuro político. Me desencantei com a política. Essa decepção que estou sentindo hoje vai ser a do povo brasileiro. É questão de tempo. Eu nunca pude supor que esse negócio do Queiroz. Ele era o diretor financeiro de uma holding familiar dos Bolsonaro. Basta o Queiroz abrir a boca e o Brasil vai ficar abismado com as coisas. Foi a decepção das decepções. Estou pouco me lixando se vai aumentar ou diminuir os ataques a mim. Minha esperança é que a lei alcance essas pessoas. Vários vão ter o destino em Bangu 8 e não é só o Queiroz. Eu me elegi e devo muito ao Bolsonaro, mas também trabalhei muito por isso e por ele. Não vou me candidatar mais. Quero cumprir meu mandato até 2026 e parar. Eu sonhei demais com essa mudança do Brasil e fui enganado. Me sinto envergonhado. Deixa pra lá porque não é mais para mim.”

Com conteúdo O Antagonista 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Mossoró: Áudio de radialista prega chantagem contra vereadores em troca de dinheiro; ouça

RN recebe 81.700 doses da vacina contra Covid-19 neste sábado (20)

Pescadores do de Areia Branca fisgam atum azul de 400kg; veja vídeo