Vacina de Oxford tem resultado positivo em primeiros testes com humanos



Estudo clínico com mais de 1.000 adultos
saudáveis mostrou que o imunizante induziu a produção células T, que atuam no sistema de defesa do organismo

Por Da Redação

20 Jul 2020, 11h11

Desenvolvida pela Universidade de Oxford em parceria com a farmacêutica Astrazeneca, a vacina contra a Covid-19 teve resultados positivos em sua primeira fase de testes com humanos. Os resultados foram publicados na manhã desta segunda-feira, 20, na revista The Lancet uma das mais reputadas publicações científicas do mundo.
Os resultados preliminares envolveram 1.077 adultos saudáveis, com idades entre 18 e 55 anos, que desenvolveram anticorpos ao vírus e também  a produção de células T do sistema imunológico, que atuam no sistema de defesa do organismo. Os pesquisadores sugerem que haverá uma resposta ainda mais efetiva com uma segunda dose do fármaco, de acordo com um sub-grupo de estudo com dez participantes.

Os efeitos adversos apresentados foram brandos, em sua maior parte fadiga e dor de cabeça. A análise, no entanto, informa que os sintomas foram, em grande parte, controlados com o uso de paracetamol.
 
Com conteúdo Veja

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.