Bebê encontrado morto às margens de rodovia do RN foi abandonado vivo, diz polícia; mãe é presa

Corpo de bebê é encontrado às margens da BR-101 em São José de Mipibú — Foto: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi

O bebê com cerca de 15 dias encontrado morto na manhã desta terça-feira (25) às margens da BR-101, na região metropolitana de Natal, foi deixado no local ainda vivo, segundo afirmou o delegado Cidórgenton Pinheiro. A mãe da criança foi presa no município de Goianinha, e, de acordo com a polícia, confessou o crime.

De acordo com o delegado, a criança foi abandonada no sábado (22), por volta das 16h. Após identificar a mãe da criança, a Polícia Civil pediu a prisão temporária da mulher e, com o mandado expedido pela Justiça, a deteve em Goianinha, onde mora.

"Ouvida formalmente, a mãe confessou o crime e detalhou, dentro dos limites que foi possível, a motivação do crime e a execução. Infanticídio será apurado, mas só a perícia vai confirmar o puerpério. Infelizmente, a criança foi deixada com vida no local", afirmou o delegado.

Cidórgeton conta que a mulher "não sabia o desdobramento desse abandono" e "foi surpreendida com a informação de que o bebê havia falecido". "Durante 12 dias, entre o nascimento no dia 10 de agosto até o dia 22, ela e a criança permaneceram internadas porque ela teve complicações pós-parto. Ela caminhou pelas margens, mas aí resolveu abandonar a criança. Pediu um táxi e foi embora", contou.

A motivação revelada durante o interrogatório, segundo a mulher, teria sido um "estágio de depressão muito agudo, muito acentuado". A gravidez, de acordo com o delegado, também foi mantida em sigilo pela mulher.

"Houve um detalhamento quanto ao pai biológico da criança não aceitá-la e também ser um presidiário. Ela tinha o receio da rejeição de familiares e amigos. Durante toda a gestação, ela sofreu com esses sintomas, segundo ela. Ficou enclausurada, ninguém descobriu a gravidez dela. As únicas pessoas que sabiam eram ela e a filha pequena de 3 anos. Foi uma surpresa para todos os familiares e isso a gente pôde constatar quando foi fazer a prisão", falou Cidorgeton.

Corpo de bebê foi encontrado dentro de uma mochila em São José do Mipibú — Foto: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi


O caso

O corpo do bebê foi encontrado dentro de uma bolsa às margens da BR-101. Um homem que passava pelo local viu o corpo e acionou a Polícia Militar.

A criança, um menino, nasceu há duas semanas. “Achamos a data de nascimento em uma caderneta que é entregue na maternidade e que estava na bolsa. Essa criança nasceu em 10 de agosto passado”, relatou o delegado Cidorgenton Pinheiro, durante a manhã.

Ele afirmou que a polícia buscaria, através da data de nascimento, descobrir a história do bebê, para chegar aos pais e também à autoria do crime. O delegado destacou que a página na qual constam informações sobre os pais, e que também existe na caderneta, foi arrancada.

Dentro da bolsa, além do corpo do bebê, havia roupas de recém-nascido. A cena chocou os policiais.“É algo que eu jamais gostaria de ver”, disse o sargento Azian Kystene, do 3º Batalhão, responsável pela área de São José de Mipibu.

O corpo do bebê foi levado à sede do Instituto de Perícia, em Natal. A Delegacia de São José de Mipibu investigará o caso.


Com conteúdo G1RN

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Furto na rede elétrica deixa mais de 8,8 mil imóveis sem luz em Areia Branca

Três grupos mostram interesse no Leilão do Porto Ilha

Homem é encontrado morto com sinais de espancamento em Areia Branca