Justiça manda fechar templos da Igreja Universal em Angola


Procuradoria-Geral da República de Angola fechou sete templos da Igreja Universal no país. A instituição é acusada de fraude e outras atividades criminosas.

“Esta medida foi adotada porque nos autos há indícios suficientes da prática de delitos como associação criminosa, fraude fiscal, exportação ilícita de capitais, abuso de confiança e outros atos ilegais”, afirmou o procurador-geral, Álvaro da Silva João.

No ano passado, quase 300 bispos angolanos da Iurd se afastaram da instituição após denunciarem práticas contrárias à “realidade de Angola” e acusando a igreja de sonegação fiscal.

As denúncias levaram a Procuradoria-Geral do país a abrir em dezembro um processo penal contra a igreja de Edir Macedo.


Com conteúdo O Antagonista

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.