Pastor preso por desvios no Rio batizou Bolsonaro nas águas do Jordão


Everaldo ficou conhecido nacionalmente em 2014, quando foi candidato ao Planalto


Por Robson Bonin

28 ago 2020, 07h52 - Publicado em 28 ago 2020, 07h45

Preso nesta sexta, durante operação da Polícia Federal contra corrupção em contratos na Saúde do Rio, o Pastor Everaldo tornou-se conhecido nacionalmente ao disputar a Presidência da República em 2014. 

Em 2016, ele batizou Jair Bolsonaro nas águas do Rio Jordão, em Israel. 

Como o Radar mostrou há algumas semanas, Everaldo vinha se reaproximando do Planalto para obter apoio ao vice Cláudio Castro, caso Witzel fosse, como de fato foi, afastado.

O problema é que o vice, a exemplo do titular, também entrou nas investigações.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.