Pastor preso por desvios no Rio batizou Bolsonaro nas águas do Jordão


Everaldo ficou conhecido nacionalmente em 2014, quando foi candidato ao Planalto


Por Robson Bonin

28 ago 2020, 07h52 - Publicado em 28 ago 2020, 07h45

Preso nesta sexta, durante operação da Polícia Federal contra corrupção em contratos na Saúde do Rio, o Pastor Everaldo tornou-se conhecido nacionalmente ao disputar a Presidência da República em 2014. 

Em 2016, ele batizou Jair Bolsonaro nas águas do Rio Jordão, em Israel. 

Como o Radar mostrou há algumas semanas, Everaldo vinha se reaproximando do Planalto para obter apoio ao vice Cláudio Castro, caso Witzel fosse, como de fato foi, afastado.

O problema é que o vice, a exemplo do titular, também entrou nas investigações.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Furto na rede elétrica deixa mais de 8,8 mil imóveis sem luz em Areia Branca

Três grupos mostram interesse no Leilão do Porto Ilha

Homem é encontrado morto com sinais de espancamento em Areia Branca