Poço inaugurado por Bolsonaro no RN está sem fornecer água por falta de bomba; VÍDEO

Redação

24/08/2020 | 17:27


O poço artesiano que foi perfurado e inaugurado pelo presidente Jair Bolsonaro na última sexta-feira 21 em Ipanguaçu está sem fornecer água para a comunidade Angélica por falta de uma bomba. A denúncia foi feita por uma das moradoras da localidade, em vídeo divulgado nas redes sociais.

Nas imagens, a moradora diz que, após a saída do presidente, todos os equipamentos utilizados no bombeamento da água foram levados e que o poço não está servindo à população.

“Agradeço a ele (Bolsonaro) por ter vindo cavar o poço, mas não é isso que a gente quer não. Não queremos maquiagem. Queremos água. Quero saber dos gestores: cadê a bomba que foi levada e a gente não tem notícia? Foi inaugurado, mas a bomba está onde? Estamos todos sem água”, desabafa a moradora, sem se identificar.

Segundo a Prefeitura de Ipanguaçu, a bomba será instalada nesta segunda-feira 24. Em nota, a gestão municipal explicou que o equipamento não foi instalado antes por recomendação dos próprios técnicos que perfuraram o poço. Na sexta, a água foi bombeada pelos equipamentos usados na própria perfuração.

“Quando um poço é construído, ele tem que passar por algumas análises, para avaliar a pureza da água. Durante o processo de construção, são usados materiais como argila, graxa, óleo hidráulico, além do manuseio das ferramentas. Esses resíduos ficam ali por um período”, acrescentou a prefeitura.

De acordo com os técnicos responsáveis pela construção do poço, após esse processo, a distribuição de água entra na rede para uso da população. No início, a comunidade só poderá usar a água para uso doméstico e animal, só sendo indicada para o consumo humano depois de 15 a 30 dias de uso, após análise da qualidade da água. Só a partir desse período a água estará livre dos produtos usados na perfuração.

Ainda segundo a prefeitura, a instalação da bomba está sendo bancada pela gestão municipal para acelerar o processo. A gestão municipal informou que, por causa dos trâmites burocráticos, a instalação permanente pelo Ministério do Desenvolvimento Regional poderia levar até 120 dias.


Com conteúdo AgoraRN

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Furto na rede elétrica deixa mais de 8,8 mil imóveis sem luz em Areia Branca

Três grupos mostram interesse no Leilão do Porto Ilha

Homem é encontrado morto com sinais de espancamento em Areia Branca