Doria oficializa compra de 46 milhões de doses da vacina chinesa


Nesta quarta-feira, 30, o governador de São Paulo, João Doria, assinou o acordo de compra de 46 milhões de doses da empresa chinesa Sinovac. O contrato firmado prevê a entrega das vacinas contra a Covid-19 até dezembro. O custo total, segundo Doria, foi de 90 milhões de dólares.

“Vamos assinar aqui o contrato de fornecimento dessas 46 milhões de doses da vacina e também a transferência dessa tecnologia do Sinovac para o Instituto Butantan, que muito em breve estará produzindo a vacina aqui na nova fábrica da vacina do Butantan”, disse Doria em coletiva de imprensa realizada nesta quarta-feira, 30.

Até fevereiro, está prevista a entrega de mais 14 milhões de doses, totalizando as 60 milhões de doses já informada pelo governador. A intenção do governo do estado é começar a campanha de vacinação em São Paulo em 15 de dezembro, caso a vacina CoronaVac seja aprovada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O teste de fase 3, que busca atestar a eficácia e segurança da vacina em milhares de pessoas está em andamento no Brasil, com previsão para finalização em meados de outubro. Recentemente, o governo de São Paulo afirmou que um teste feito em 50.000 voluntário na China mostrou que a vacina é segura.


Com conteúdo Veja

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.