Greve dos portuários do Terminal Salineiro de Areia Branca completa 15 dias


A greve dos funcionários do Terminal Salineiro de Areia Branca chega ao 15º dia. O trabalhadores do Porto-Ilha, como é mais conhecido o local, entraram em greve no dia 10 deste mês.

Entre as reivindicações, a cobrança de uma resposta da Companhia Docas do Rio Grande do Norte (Codern) sobre o futuro arrendamento do terminal, além de outras pautas como o receio que ocorra a demissão de mais de 100 funcionários com a iminente privatização.

Eles também alegam precárias condições de trabalho no Porto-Ilha, descumprimento das escalas de trabalho prevista no ACT (Acordo Coletivo de Trabalho) e requisitam o fim da terceirização ilegal de trabalhadores.

O processo de arrendamento do terminal deve ocorrer a partir do segundo trimestre de 2021. De acordo com o Ministério da Infraestrutura, os investimentos previstos para o empreendimento serão de R$ 162 milhões e estima-se a criação de 3.257 empregos gerados ao longo dos 25 anos do contrato de arrendamento, entre diretos, indiretos e efeito-renda.


Com informações do Agora RN

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.