Com febre e cansaço, Trump é transferido para hospital militar


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi levado a um hospital nesta sexta-feira (2) após receber diagnóstico de Covid-19, informou a Casa Branca. Segundo o governo americano, a decisão pela entrada na unidade de saúde foi tomada como medida de precaução.

De acordo com Kayleigh McEnany, porta-voz da Casa Branca, Trump foi atendido no Centro Médico Militar Walter Reed, perto da capital Washington. Imagens da televisão americana mostraram o presidente caminhando, sem aparentar maiores dificuldades, até o helicóptero que o levou ao hospital. Poucos minutos depois, ele chegou à unidade.

A porta-voz também disse que Trump tem sintomas leves, trabalhou ao longo do dia e "permanece animado". Comunicado divulgado mais cedo pela Casa Branca dizia que o presidente sentia fadiga e que ele recebeu uma dose de oito gramas de um coquetel antiviral ainda em fase de testes nos EUA, segundo a nota oficial.


Em vídeo publicado nas redes sociais, Trump disse que "acha que está muito bem". "Mas vamos ter certeza de que as coisas vão dar certo", afirmou, sobre a ida ao hospital.

Trump disse ainda que a primeira-dama Melania Trump, também diagnosticada com o novo coronavírus, passa bem. Ela teve tosse e dor de cabeça, segundo a Casa Branca, mas não deu entrada no hospital (veja no fim da reportagem os sintomas da Covid-19).


Com conteúdo G1

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.