Senador aliado de Bolsonaro morre vítima de complicações de Covid-19


O senador Arolde de Oliveira (PSD), um dos aliados de Jair Bolsonaro no Rio, morreu na noite desta quarta-feira, vítima de complicações geradas pelo coronavírus. A presidência do Senado foi informada por familiares do parlamentar há pouco sobre a notícia.

Nas redes, o perfil oficial do senador foi atualizado pela assessoria do parlamentar: “Comunicamos que nesta noite (dia 21 de outubro) o Senhor Jesus recolheu para si nosso amado irmão, Senador Arolde de Oliveira. Falecido vítima de Covid e como consequência a falência dos órgãos A família agradece o carinho e orações. Mais informações à posteriori”.

Oliveira tinha 83 anos e foi deputado federal por 9 legislaturas. Sua eleição, numa campanha em dobradinha com Flávio Bolsonaro, veio na esteira da onda bolsonarista. Derrotou dois outros favoritos no páreo: o ex-prefeito do Rio e vereador César Maia e o petista Lindbergh Farias.

Ele estava internado desde o dia 5 de outubro.

Seu primeiro suplente, que deve assumir o mandato, é o advogado Portinho, de 46 anos


Com conteúdo Veja

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.