Com quase 300 quilos, homem aguarda transferência para UTI em João Câmara

Carlos Alberto Félix da Silva está internado no Hospital Regional de João Câmara — Foto: Cedida

Um homem de 43 anos, que pesa cerca de 300 quilos, está internado no Hospital Regional de João Câmara, município a 74 km de Natal, e precisa de um leito de UTI para estabilizar o quadro de saúde. Devido à condição de obesidade mórbida, Carlos Alberto Félix da Silva teve que ficar em um colchão no chão da unidade hospitalar, já que não existia maca adequada piara suportar o peso. A família espera por uma transferência de urgência para um hospital na capital potiguar.

Carlos Alberto deu entrada no hospital na noite de segunda-feira (23) e sente dificuldade de respirar. Também apresentou batimentos cardíacos fracos. Na manhã desta quarta-feira (25), a equipe médica entubou o paciente para ele respirar com ajuda de aparelhos. Ele também precisa de exames complexos como uma tomografia para investigar o que está agravando o quadro de saúde.

"Ele está com lábios e dedos ficando roxo, sente falta de ar. A equipe aqui disse que lá no (hospital) Walfredo Gurgel a tomografia tem condições de ser feita em pessoas de até 150 kg", conta a familiar Maria das Mercedes. "Ainda estamos aguardando a vaga na UTI em Natal. Nosso apelo é que isso ocorra o quanto antes", falou Haiane Kivia, cunhada de Carlos Alberto.

Em nota, a Secretaria de Estado da Saúde Pública disse ter conhecimento do caso e destaca que "a equipe médica não tem medido esforços para dar a assistência devida ao paciente que, no momento, está entubado em sistema de ventilação mecânica e aguarda regulação para um leito de Unidade de Terapia Intensiva".

A direção do Hospital Regional de João Câmara "reforça ainda que já foi solicitada a realização de uma tomografia que permitirá ele ser encaminhado, se estiver com condição estável, para o procedimento de cirurgia bariátrica".

Sobre o paciente se encontrar em um colchão no chão, "a direção informa que devido à doença crônica que o paciente possui, tem feito o possível para deixá-lo o mais cômodo possível".

Ainda de acordo com o hospital, já foram feitos dois testes para detectar infecção pelo novo coronavírus, mas o resultado foi negativo.

Nota da Secretaria de Estado da Saúde Pública

A direção do Hospital Regional de João Câmara informa que a equipe médica não tem medido esforços para dar a assistência devida ao paciente que, no momento, está entubado em sistema de ventilação mecânica e aguarda regulação para um leito de Unidade de Terapia Intensiva.

Reforça ainda que já foi solicitada a realização de uma tomografia que permitirá ele ser encaminhado, se estiver com condição estável, para o procedimento de cirurgia bariátrica.

A respeito do leito em que se encontra, a direção informa que devido à doença crônica que o paciente possui, tem feito o possível para deixá-lo o mais cômodo possível.


Com conteúdo G1RN

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.