Mulher potiguar é exemplo de sobrevivente e guerreira


Roda Viva – Tribuna do Norte – 08/11/20

O último livro da escritora Mary del Priore, “Sobreviventes e guerreiras – Uma breve história da mulher no Brasil de 1500 a 2000”, dos três exemplo que oferece, um é a norte-rio-grandense Auta de Souza.

As outras são Brites de Albuquerque e a professora Luciana de Abreu.

Auta (irmã e Eloy de Souza e Henrique Castriciano) é apresentada como “mulher negra nascida no sertão do RN, publicou nem 1900, o livro “Horto”, com prefácio de Olavo Bilac.

A obra teve ótima repercussão e foi impressa também em Paris. Ela construiu trajetória alternativa ao papel secundário que a sociedade brasileira desenhou.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Furto na rede elétrica deixa mais de 8,8 mil imóveis sem luz em Areia Branca

Três grupos mostram interesse no Leilão do Porto Ilha

Homem é encontrado morto com sinais de espancamento em Areia Branca