Mulher potiguar é exemplo de sobrevivente e guerreira


Roda Viva – Tribuna do Norte – 08/11/20

O último livro da escritora Mary del Priore, “Sobreviventes e guerreiras – Uma breve história da mulher no Brasil de 1500 a 2000”, dos três exemplo que oferece, um é a norte-rio-grandense Auta de Souza.

As outras são Brites de Albuquerque e a professora Luciana de Abreu.

Auta (irmã e Eloy de Souza e Henrique Castriciano) é apresentada como “mulher negra nascida no sertão do RN, publicou nem 1900, o livro “Horto”, com prefácio de Olavo Bilac.

A obra teve ótima repercussão e foi impressa também em Paris. Ela construiu trajetória alternativa ao papel secundário que a sociedade brasileira desenhou.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.