Covid-19: Confira calendário da vacinação divulgado pelo governo de SP


O governo de São Paulo apresentou hoje seu programa estadual de vacinação contra a covid-19, que tem início agendado para 25 de janeiro. Segundo o plano, primeiro serão vacinados profissionais da saúde, quilombolas e indígenas. Duas semanas depois, em 8 de fevereiro, começam os idosos divididos em quatro faixas etárias, completando assim o grupo prioritário da vacina.

A vacinação será realizada com a CoronaVac, a vacina contra a covid-19 desenvolvida e testada pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac. O governo paulista já recebeu até agora 120 mil doses prontas da vacina e mais o suficiente em insumos para envasar outro 1 milhão de doses pelo Butantan.

A vacina, porém, ainda precisa ter o registro aprovado pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária), o que deve acontecer, segundo a expectativa do governo paulista, em meados de janeiro.

Após a primeira data de vacinação, em 25 de janeiro, o mesmo grupo prioritário receberá uma segunda dose 21 dias depois, em 15 de fevereiro. Antes disso, em 8 de fevereiro, os idosos com 75 anos ou mais já começam a receber a primeira dose.

O grupo dos idosos ainda terá mais três faixas etárias: de 70 a 74 anos, com início em 15 de fevereiro, de 65 a 69 anos, que começa no dia 22 do mesmo mês, e de 60 a 64 anos, começando a vacinar em 1º de março. Assim, a primeira fase da vacinação dura pouco mais de dois meses, de 25 de janeiro até 28 de março.

Confira o calendário do programa de vacinação paulista:

Profissionais da saúde, quilombolas e indígenas: 1ª dose em 25 de janeiro e 2ª dose em 15 de fevereiro

Idosos com 75 anos ou mais: 1ª dose em 8 de fevereiro e 2ª dose em 1º de março

Idosos de 70 a 74 anos: 1ª dose em 15 de fevereiro e 2ª dose em 8 de março

Idosos de 65 a 69 anos: 1ª dose em 22 de fevereiro e 2ª dose em 15 de março

Idosos de 60 a 64 anos: 1ª dose em 1º de março e 2ª dose em 22 de março


Com conteúdo UOL

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.