Transição de governo em Mossoró vai parar no Ministério Público do RN

Ministério Público do Rio Grande do Norte (Foto: Reprodução)

O advogado e professor, Raul Santos que coordena a equipe de transição do prefeito eleito de Mossoró, Allyson Bezerra (SDD),  se manifestou na sua conta do Twitter na noite desta desta segunda-feira (7) sobre a demora da prefeita  Rosalba Ciarlini (PP) em disponibilizar documentos relevantes, o que compromete o início da gestãodo prefeito eleito, segundo Raul Santos. 

"Por isso, considerando-se a urgência e a necessidade de termos uma transição eficiente,  e também considerando a aparente desídia da prefeitura em fornecer os documentos necessários à equipe de transição, amanhã protocolarei, no MPRN, uma representação em desfavor da prefeita em exercício", escreveu o coordenador

Advogado e professor Raul Santos, coordenador da equipe de transição do prefeito eleito de Mossoró, Allyson Bezerra 

Veja o texto do Twitter na íntegra:

"Hoje é 07 de dezembro e, até essa data, nada de documento relevante disponibilizado pela Prefeitura para a equipe de transição do Prefeito Allyson Bezerra. Em matérias veiculadas pela imprensa, falou-se que "a maioria" da documentação seria entregue no dia 10/12.

E diz-se que isso havia sido combinado com entre as equipes. Não procede. Explico-lhes: primeiro, havia uma perspectiva de que uma parte da documentação seria entregue na terça dia 01/12; depois, outra parte seria entregue no dia 04/12.

Ao final, fecharíamos com a entrega de toda documentação no dia 10/12, que é prazo limite do limite do limite do limite razoável. Pela matéria, já percebi: no dia 10 virão com alguma documentação que dá pra achar no google e dirão que documentos foram entregues Insisto: no dia 10/12 temos de ter não "a maioria" da documentação, mas TODA a documentação. Não estamos falando de um negócio entre privados, mas de gestão pública que interessa a mais de 300 mil mossoroenses."

Por isso, considerando-se a urgência e a necessidade de termos uma transição eficiente, e também considerando a aparente desídia da Prefeitura em fornecer os documentos necessários à equipe de transição, amanhã protocolarei, no MPRN, uma representação em desfavor da Prefeita em exercício. O início da gestão do prefeito eleito já está comprometido com esse tipo de comportamento antidemocrático e nada republicano. Quem perde é a coletividade."


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Furto na rede elétrica deixa mais de 8,8 mil imóveis sem luz em Areia Branca

Três grupos mostram interesse no Leilão do Porto Ilha

Homem é encontrado morto com sinais de espancamento em Areia Branca