Hospital referência para Covid no RN tem 95% de internados na UTI com vacinação incompleta

Hospital Giselda Trigueiro, em Natal — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

O Hospital Giselda Trigueiro (HGT), maior rede de UTI Covid do estado, tem 95% dos pacientes com a doença que não completaram o esquema vacinal. A informação foi divulgada pela Secretaria de Estado da Saúde Pública do RN (Sesap) nesta sexta-feira (28).

Ao todo, há 22 leitos de UTI atualmente no hospital, sendo que 19 deles estão ocupados. Desses 19 ocupados, 18 - aproximadamente 95% - são de pacientes que não completaram o esquema de vacinação.

Destes 18 sem a vacinação, metade não tem registro de ter tomado sequer uma dose - atualmente sete intubados e outro traqueostomizado.

Segundo a Sesap, o padrão é o mesmo em outras unidades de referência no combate à Covid pelo estado, com maioria dos internados sendo os não vacinados ou os que não concluíram o esquema vacinal.

Uma média incluindo, além do Hospital Giselda Trigueiro, os hospitais Geral João Machado (HGJM), Rafael Fernandes, em Mossoró, e Regional Dr. Cleodon Carlos de Andrade, em Pau do Ferros, aponta para 75,5% dos internados com esquema vacinal incompleto.

"Esses dados só reforçam a necessidade da vacinação. A rede de saúde está sofrendo uma pressão neste momento, muito em parte por conta de quem não se vacinou ou não atentou para completar sua vacinação", falou o secretário de saúde Cipriano Maia.

"Por isso, reforçamos o apelo aqui para toda sociedade a respeito da proteção, da procura pela vacina, que é segura e claramente eficaz".

A vacinação está liberada para todos os potiguares a partir dos 5 anos. Para aqueles acima de 18 anos, a vacinação de reforço está liberada após quatro meses da segunda dose.


Com conteúdo G1RN

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Furto na rede elétrica deixa mais de 8,8 mil imóveis sem luz em Areia Branca

Três grupos mostram interesse no Leilão do Porto Ilha

Homem é encontrado morto com sinais de espancamento em Areia Branca