Ex-ministro de Bolsonaro aumentou patrimônio em R$ 1 milhão em 4 anos


Ex-ministro do Desenvolvimento Regional do governo Jair Bolsonaro, Rogério Marinho (PL) teve um aumento de mais de R$ 1 milhão em seu patrimônio nos últimos quatro anos.

Candidato ao Senado pelo Rio Grande do Norte este ano, Marinho declarou à Justiça Eleitoral ter R$1,984 milhão em bens. Dentre eles, um apartamento no valor de R$ 1,2 milhão.

Há quatro anos, quando tentou reeleição à Câmara dos Deputados, sem sucesso, o ex-ministro declarou patrimônio de R$ 983,2 mil, dos quais R$ 437 mil eram referentes a um apartamento.

Marinho assumiu o Ministério do Desenvolvimento Regional em fevereiro de 2020 e ficou no cargo até o final de março de 2022, quando saiu para disputar a eleição. Pelo cargo, recebia salário mensal bruto de R$ 30,9 mil.

Antes disso, o agora ex-ministro atuou como secretário especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, com salário de R$ 17,3 mil.

Enquanto esteve no governo, Marinho recebeu por um tempo um extra de R$ 21 mil para atar como conselheiro do SESC. O ministro da Economia, Paulo Guedes, porém, cortou a regalia em outubro de 2020.


Com conteúdo Metrópoles

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Furto na rede elétrica deixa mais de 8,8 mil imóveis sem luz em Areia Branca

Três grupos mostram interesse no Leilão do Porto Ilha

Homem é encontrado morto com sinais de espancamento em Areia Branca