BADI ASSAD FALA SOBRE ELZA, GISMONTI E NEY NO LIVRO "VOLTA AO MUNDO EM 80 ARTISTAS"


"Seu olhar cheio de afeto e alteridade nos faz vislumbrar a humanidade dos artistas sobre os quais escreve, como se assim fizesse uma ode ao amor pelo ser humano e pelo que levou esses homens e mulheres de tão diferentes partes do globo a se traduzirem e se expressarem em música."

As palavras acima foram escritas por Chico César para o primeiro livro de Badi Assad. O artista paraibano assina o prefácio de Volta ao mundo em 80 artistas, livro em que a violonista, compositora e cantora paulista apresenta crônicas sobre 80 nomes da música. São artistas de todos os continentes que a influenciaram na vida e na carreira que já contabiliza cerca de 30 anos.

Entre estes 80 artistas, oriundos de diversos cantos do mundo, há brasileiros como a cantora carioca Elza Soares, a cantora cearense Marlui Miranda, o cantor sul mato-grossense Ney Matogrosso e o músico fluminense Egberto Gismonti. Entre os nomes estrangeiros, há o inglês Sting, o violinista teuto-americano David Garrett, o irlandês Hozier, a cantora franco-tunisina Amina Annabi e a cantora canadense Sarah McLachlan.

O livro Volta ao mundo em 80 artistas tem lançamento previsto para o fim de março, em publicação da editora Pólen Livros, gerando inédito show programado para estrear em abril, dando início a uma turnê nacional de Badi Assad.

G1

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Furto na rede elétrica deixa mais de 8,8 mil imóveis sem luz em Areia Branca

Três grupos mostram interesse no Leilão do Porto Ilha

Homem é encontrado morto com sinais de espancamento em Areia Branca