SUSPEITO DE ESFAQUEAR BOLSONARO JÁ FOI FILIADO AO PSOL EM MINAS GERAIS


A direção do PSOL em Minas Gerais confirmou nesta quinta-feira (6) que o suspeito de ter esfaqueado o candidato à Presidência da República Jair Bolsonaro (PSL), Adélio Bispo de Oliveira, foi filiado ao partido por pelo menos sete anos. 
Bolsonaro foi esfaqueado durante um ato político em Juiz de Fora, cidade do interior de Minas Gerais na tarde desta quinta-feira. Bolsonaro foi operado por uma equipe de médicos na Santa Casa onde foi detectado um perfuramento sério, o mesmo ainda teve que receber transfusão de sangue.


De acordo com dados do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), Adélio Bispo de Oliveira foi filiado ao PSOL entre 2007 e 2014. Ainda segundo o tribunal, Adélio, que é natural da cidade mineira de Montes Claros, se filiou ao PSOL na cidade de Uberaba e pediu o desligamento do partido por conta própria.
Assista o vídeo do momento do ataque ao candidato.

Fonte: noticias.uol

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.