Jornalista que fez comentários misóginos contra Greta Thunberg é demitido


Acusações fizeram patrocinadores romperem contrato com a emissora, que demitiu o jornalista após ele dizer que a ativista sueca precisava de sexo

Reprodução
Por Gil Luiz Mendes
‌ ‌ ‌
Devido a pressão das redes sociais e saída de patrocinadores, a rádio 96FM, de Natal (RN), decidiu demitir o jornalista Gustavo Negreiros, que fez ataques misóginos contra a ativista sueca Greta Thunberg, de 16 anos. Segundo o radialista, a jovem, que é autista, é “histérica”, “mal amada” e  precisa “de um homem e de sexo”.

O vídeo onde Negreiros aparece fazendo as ofensas viralizou e fez com que patrocinadores da emissora rompessem o contrato com o programa que Negreiros apresentava diariamente ao meio-dia.

Fora da rádio, Gustavo Negreiros mantém um blog e apresenta um programa na TV. O jornalista, que é apoiador de Jair Bolsonaro, usa esses espaços para agredir pessoas de esquerda, políticos e militantes do PT.

“O jornalista foi afastado imediatamente. Só veio hoje à emissora para se desculpar no ar”, informou nas redes sociais Giovanna Sinedino, uma das sócias da rádio 96FM.

Via Revista Fórum

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.