Vídeo mostra personal trainer dando socos e pontapés na namorada em Goiânia


O juiz  Jesseir Coelho de Alcântara, do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO), decidiu manter preso o personal trainer Murilo de Morais, que foi detido em flagrante em 28 de agosto agredindo a namorada, em Goiânia. A decisão ocorreu nessa terça-feira (17/9), mesmo dia que foi divulgado um vídeo (veja abaixo, as imagens são fortes) das agressões. As informações são do portal G1.

Nas imagens, o casal está dentro de um veículo. A mulher — que foi identificada apenas como veterinária — desce do veículo pela porta do motorista e, em seguida, o homem desembarca pelo lado do passageiro e vai atrás dela. Murilo aparenta questioná-la e os dois caminham em direção ao veículo. Nesse momento começa a violência.

O personal dá um soco que derruba a vítima. Mesmo com ela caída, as agressões continuam com vários pontapés. Ele para por um instante, pega a bolsa dela do chão, joga no rosto da veterinária e volta a acertá-la com uma sequência de socos. O agressor só para quando pedestres aparecem pelo local.

Segundo o portal, entre eles estava um policial civil que, nas imagens, aponta a arma para o homem. Mesmo assim, o agressor não se rende e caminha pelo local. Até um certo momento que ele volta a se aproximar da vítima e o agente de segurança dá um disparo para o alto. Murilo, então, tenta fugir, mas acaba preso.

O inquérito policial do caso já foi concluído e encaminhado à Justiça. O Correio procurou o TJGO, mas o órgão disse que não poderia passar nenhuma informação porque o caso tramita em segredo de Justiça.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Furto na rede elétrica deixa mais de 8,8 mil imóveis sem luz em Areia Branca

Três grupos mostram interesse no Leilão do Porto Ilha

Homem é encontrado morto com sinais de espancamento em Areia Branca