França diz que não assina tratado com Mercosul na atual condição ambiental


A França não assinará o acordo comercial entre União Europeia e Mercosul  nas “condições atuais”, afirmou nesta terça-feira, 8, a ministra francesa do Meio Ambiente, Elisabeth Borne. Segundo ela, a posição brasileira sobre o tema impossibilita a assinatura.

“Não podemos assinar um tratado comercial com um país que não respeita a floresta amazônica, que não respeita o tratado de Paris (do clima). A França não assinará o acordo do Mercosul nessas condições”, disse a ministra à emissora de televisão BFM.

O presidente da França, Emmanuel Macron, afirmou no fim de agosto que havia decidido bloquear o acordo UE-Mercosul, acusando o presidente Jair Bolsonaro de minimizar as preocupações com as mudanças climáticas. Atraiu críticas da Alemanha e do Reino Unido.

A posição da França pode dificultar a entrada em vigor do acordo comercial, negociado há 20 anos e anunciado neste ano. No momento, o texto passa por um processo de revisão que deve ser concluído 2020. Em seguida será submetido à aprovação dos parlamentos dos estados-membros da UE, ao Parlamento Europeu e ao Conselho Europeu, que reúne os chefes de estado do bloco. Um veto da França, por exemplo, pode fazer o acordo ser rejeitado.

Em setembro, o Parlamento da Áustria aprovou uma moção que obriga o governo do país a vetar o acordo comercial perante o Conselho Europeu, onde a unanimidade é necessária para aprovação.

O acordo firmado entre o Mercosul e a União Europeia prevê, entre outros pontos, que 92% das exportações do bloco sul-americano (para os 28 países-membros do bloco europeu sejam isentadas de impostos em um período de dez anos. A União Europeia irá retirar as tarifas sobre 91% dos produtos que exporta para o Mercosul no mesmo período – no caso de produtos considerados ‘sensíveis’ (automóveis de passeio e peças de veículos), esse prazo será de quinze anos.

(Com Reuters)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Furto na rede elétrica deixa mais de 8,8 mil imóveis sem luz em Areia Branca

Três grupos mostram interesse no Leilão do Porto Ilha

Homem é encontrado morto com sinais de espancamento em Areia Branca