PF indicia ministro do Turismo como chefe de esquema de laranjas do PSL

O presidente Jair Bolsonaro e o ministro do Turismo, Marcelo Alvaro Antonio - Pedro Ladeira/Folhapress

Corporação pede ao Ministério Público que Marcelo Álvaro seja condenado por três crimes. Marcelo Álvaro continua no governo

Por Renato Souza
04/10/2019 09:29

A Polícia Federal indiciou o ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antonio, pela articulação de candidaturas laranjas do PSL em Minas Gerais. Em relatório enviado ao Ministério Público, a corporação aponta que Marcelo é o lider do esquema criado para viabilizar candidaturas femininas de fachada para desviar recursos públicos.

No documento, os investigadores acusam o ministro pelos crimes de falsidade ideológica eleitoral, apropriação indébita e associação criminosa. Essas ilegalidades tem penas previstas de seis, cinco e três anos respectivamente.

Agora, o Ministério Público decide se oferece ou não denúncia. O presidente Jair Bolsonaro afirmou, anteriormente, que iria aguardar as conclusões da polícia para decidir sobre o futuro dele. Enquanto isso, Marcelo permanece no governo.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Furto na rede elétrica deixa mais de 8,8 mil imóveis sem luz em Areia Branca

Três grupos mostram interesse no Leilão do Porto Ilha

Homem é encontrado morto com sinais de espancamento em Areia Branca