Desmatamento na Amazônia bate recorde e cresce 29,5% em 12 meses

Floresta queimada em Apuí. /Bruno Kelly/Reuters

O Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) informou hoje que o desmatamento anual na Amazônia medido entre 1º de agosto de 2018 a 31 de julho de 2019 é o maior para o período em um intervalo de 10 anos. A reportagem é do portal UOL.

O monitoramento anual do desmatamento por corte raso na Amazônia Legal é feito pelo Prodes e apontou 9.762 km² área atingida.

O número representa uma alta de 29,5% em relação ao registrado no ano passado. Entre 2017-2018, o desmatamento foi de 7.536 km².

No período 2007-2008, a área atingida ficou em 12.911 km². A Amazônia Legal é formada por - Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins e parte do Maranhão.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.