Família de Carnaubais pede ajuda para custear tratamento de criança com calazar

Jordean Matias Fernandes e sua mãe, Jardete Matias (Foto: reprodução) 

A Divisão de Vigilância em Saúde confirmou um caso de calazar humano em Carnaubais, região Oeste Potiguar. A vítima é Jordean Matias Fernandes, de 5 anos, que está internado no Hospital Regional Tarciso Maia (HRTM) em Mossoró.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, entre 50 mil e 90 mil pessoas adoecem todos os anos com leishmaniose visceral, também conhecida como calazar. Dos casos registrados na América Latina, 90% ocorrem no Brasil.

A doença é transmitida ao homem pela picada de fêmeas do inseto infectado, conhecido popularmente como mosquito palha ou biriqui. A transmissão aos insetos ocorre quando fêmeas do mosquito picam cães ou outros animais infectados, e depois picam o homem, transmitindo o protozoário Leishmania chagasi, causador da leishmaniose visceral, segundo informações divulgadas no portal Agência Brasil.

Em humanos, os sintomas da doença são febre de longa duração, aumento do fígado e do baço, perda de peso, fraqueza, redução da força muscular e anemia. Quando não tratada corretamente e em tempo, pode ser fatal.

Mãe pede ajuda para custear tratamento do filho

A dona de casa Jardete Matias pede ajuda para custear o tratamento do filho Jordean.

“A gente precisa de apoio. Meu esposo está desempregado e não temos condições de custear o tratamento, medicações e também o translado de Carnaubais para Mossoró."

Doações 

Caixa Econômica Federal 
Agência: 4912 
Conta Poupança: 013 00012081-3
Airton de Souza Fernandes 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Furto na rede elétrica deixa mais de 8,8 mil imóveis sem luz em Areia Branca

Três grupos mostram interesse no Leilão do Porto Ilha

Homem é encontrado morto com sinais de espancamento em Areia Branca