Caixa inicia pagamento de R$ 600 para 9 milhões de pessoas nesta semana


A Caixa Econômica Federal inicia, nesta terça-feira, 14, novas etapas de disponibilização do auxílio emergencial de 600 reais a trabalhadores informais, o apelidado ‘coronavoucher’. De acordo com o governo, cerca de 4,7 bilhões de reais do benefício serão disponibilizados a 9.426.703 brasileiros do Cadastro Único (CadÚnico) e do Bolsa Família. Nesta segunda-feira, o pagamento de 1.200 reais foi feito a mães que são chefes de família. Na semana passada, foram contemplamos os trabalhadores registrados no CadÚnico com contas na Caixa ou no Banco do Brasil.
Apenas nesta semana estão sendo abertas mais de 6,6 milhões de poupanças digitais gratuitamente. De acordo com a Caixa, o auxílio já foi liberado para mais de 2,5 milhões de brasileiros, totalizando mais de R$ 1,5 bi na economia. Até às 19h desta segunda-feira, 13, o volume dos que se cadastraram por estes canais superava 34 milhões de cidadãos.

Aqueles que recebem o Bolsa Família têm avaliação de elegibilidade automática e receberão o crédito do auxílio no mesmo calendário e da mesma forma do benefício regular. Entre o Bolsa Família e o auxílio, será creditado o benefício de maior valor, para todos que tiverem direito. Nesta semana receberão 2,7 milhões de beneficiários do Bolsa Família, conforme calendário divulgado pela instituição.
Na quinta-feira 16, serão feitos os pagamentos para os beneficiários do Bolsa Família cujo último número do NIS é 1. No dia seguinte, na sexta-feira 17, aqueles que também recebem o Bolsa Família, mas com o final do registro 2. Os inscritos no CadÚnico até o último dia 20 que não façam parte do Bolsa Família e que tiveram os critérios de elegibilidade verificados pela Dataprev receberão o beneficio na Poupança Social Digital da Caixa ou em conta no Banco do Brasil, incluindo neste grupo as mulheres chefes de família.

Com o objetivo de evitar aglomerações nas agências e unidades lotéricas, expondo empregados, parceiros e clientes ao risco de contágio, a Caixa escalonou o calendário de saque. A instituição ressalta que os recursos creditados na poupança digital podem ser utilizados através do aplicativo do banco. Os saques nas agências podem ser realizados no dia 27 de abril para os nascidos em janeiro e fevereiro. No dia seguinte, 28 de abril, os saques estarão disponíveis para OAS nascidos em março e abril. Os aniversariantes de maio e junho podem sacar o benefício no dia 29 de abril, enquanto os nascidos em julho e agosto podem ser retirados no dia 30 de abril.
Em maio, os saques começam no dia 4 para aqueles que fazem aniversário em setembro e outubro. No dia 5, estará disponível para os nascidos em novembro e dezembro.

Quem pode receber o auxílio emergencial

O auxílio, conhecido como ‘coronavoucher’ será pago a trabalhadores informais, microempreendedores individuais, autônomos que contribuem para o INSS e também beneficiários do Bolsa Família. Um dos requisitos é ter a renda de até meio salário mínimo (522,50 reais) ou até três salários mínimos na família (3.135 reais).
Serão pagas três parcelas de até 600 reais, limitadas a dois benefícios por família. Mães que são chefes de família terão direito a cota de 1,200 reais mensais. Veja, abaixo, quais sãos os requisitos e o calendário do programa:

– ter 18 anos de idade ou mais
– ter renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa (522,50 reais) ou ter renda mensal até 3 salários mínimos (3.135 reais) por família;
– não ter sido obrigada a declarar Imposto de Renda em 2018 (ter recebido até 28.559,70 em rendimentos tributáveis em 2018).
Na renda familiar, serão considerados todos os rendimentos obtidos por todos os membros que moram na mesma residência, exceto o dinheiro do Bolsa Família.
Também é necessário:
– ser titular de pessoa jurídica (Micro Empreendedor Individual, ou MEI);
– estar inscrito Cadastro Único (CadÚnico) para Programas Sociais do Governo Federal até o dia 20 de março;
– ser contribuinte individual ou facultativo do INSS;
Como funciona
– Até duas pessoas da mesma família podem receber o benefício, sendo a renda emergencial permitida de 1.200 reais por família; Mulheres que são mães e chefes de família podem ter cota de 1.200 reais;
– Quem recebe Bolsa Família ficará, por três meses, com o auxílio, se o valor for maior
– O auxílio não vale para trabalhadores com carteira assinada ou funcionários públicos

Calendário

1) Aqueles que possuem Cadastro Único (CadÚnico):
Parcela 1: O crédito será feito em até dois dias úteis para quem tem poupança na Caixa ou conta no Banco do Brasil após o recebimento da basa da Dataprev, que foi creditado no dia 9 de abril para cerca de 2 milhões de pessoas; trabalhador; quem está no CadÚnico mas não era correntista receberá pela poupança digital no dia 14 de abril

Parcela 2: será creditada na Poupança Digital Caixa, na poupança Caixa e na conta no Banco do Brasil conforme o cronograma:
– nascidos em janeiro, fevereiro e março: recebem no dia 27 de abril;
– nascidos em abril, maio e junho: recebem no dia 28 de abril;
– nascidos em julho, agosto e setembro: recebem no dia 29 de abril;
– nascidos em outubro, novembro e dezembro: recebem no dia 30 de abril.
Parcela 3: será creditada na Poupança Digital Caixa, na poupança Caixa e na conta no Banco do Brasil conforme o cronograma:
– nascidos em janeiro, fevereiro e março: recebem no dia 26 de maio;
– nascidos em abril, maio e junho: recebem no dia 27 de maio;
– nascidos em julho, agosto e setembro: recebem no dia 28 de maio;
– nascidos em outubro, novembro e dezembro: recebem no dia 29 de maio.
2) Aqueles que realizarão o cadastro pelo aplicativo ou pelo site:
Parcela 1: Início do crédito em até 3 dias úteis da data de recebimento pela Caixa da validação da Dataprev, o que deve ocorrer a partir de 14 de abril; Para se inscrever, é necessário se cadastrar pelo site ou pelo aplicativo (Android ou iOS)

Parcela 2: Será creditada na Poupança Digital Caixa e em contas de outros bancos conforme o cronograma:
– nascidos em janeiro, fevereiro e março: recebem no dia 27 de abril;
– nascidos em abril, maio e junho: recebem no dia 28 de abril;
– nascidos em julho, agosto e setembro: recebem no dia 29 de abril;
– nascidos em outubro, novembro e dezembro: recebem no dia 30 de abril.
Parcela 3: Será creditada na Poupança Digital Caixa e em contas de outros bancos conforme o cronograma:
– nascidos em janeiro, fevereiro e março: recebem no dia 26 de maio;
– nascidos em abril, maio e junho: recebem no dia 27 de maio;
– nascidos em julho, agosto e setembro: recebem no dia 28 de maio;
– nascidos em outubro, novembro e dezembro: recebem no dia 29 de maio.
3) Beneficiários do Bolsa Família
Quem tiver o direito receberá o crédito do auxílio no mesmo calendário do benefício regular, da mesma forma que recebe o Bolsa Família,
utilizando o cartão nos canais de autoatendimento, unidades lotéricas e correspondentes da Caixa, ou por crédito na conta Caixa Fácil. Entre o Bolsa Família e o auxílio emergencial, será creditado o benefício de maior valor. O montante total do auxílio para este público é de 43,7 bilhões de reais.
Parcela 1: Será creditada de acordo com o benefício regular de 16 a 30 de abril

Parcela 2: Será creditada de acordo com o benefício regular de 18 a 29 de maio
Parcela 3: Será creditada de acordo com o benefício regular de 17 a 30 de junho.

Com conteúdo Veja

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.