Celso de Mello da 72 horas para Planalto entregar vídeo citado por Moro


Relator do inquérito que apura a interferência política de Jair Bolsonaro na Polícia Federal, o ministro Celso de Mello, do STF, deu 72 horas para que a Secretaria-Geral da Presidência encaminhe ao Supremo a cópia da gravação da reunião em que o presidente teria pressionado abertamente Sergio Moro.

“As autoridades destinatárias de tais ofícios deverão preservar a integridade do conteúdo da referida gravação ambiental (com sinais de áudio e vídeo), em ordem a impedir que os elementos nela contidos possam ser alterados, modificados ou até mesmos suprimidos, eis que constitui material probatório”, escreveu Mello.

Como se sabe, Moro citou em seu depoimento a cobrança explícita de Bolsonaro, numa reunião com ministros do governo em 22 de abril, para que ele demitisse o diretor da PF e o superintendente do órgão no Rio.

Com conteúdo Veja

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Furto na rede elétrica deixa mais de 8,8 mil imóveis sem luz em Areia Branca

Três grupos mostram interesse no Leilão do Porto Ilha

Homem é encontrado morto com sinais de espancamento em Areia Branca