Justiça italiana confirma condenação de Robinho por violência sexual


A Corte de Apelação da Justiça da Itália confirmou a condenação em segunda instância de Robinho, ex-atacante do Santos e da seleção brasileira, e de seu amigo Ricardo Falco a nove anos de prisão por estupro coletivo, registra o UOL.

O caso aconteceu em janeiro de 2013, quando o atacante jogava no Milan, e a vítima foi uma jovem albanesa, que fetsejava seu aniversário numa boate de Milão. Segundo os autos, a jovem foi estuprada por seis brasileiros, entre eles Robinho.

Os advogados do jogador afirmaram que entrarão com recurso na Corte de Cassação, uma espécie de terceira instância do Judiciário italiano.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.